• Paulo Sérgio Rosseto

unidade

São únicas as nossas vontades apesar de diversas

Nós procuramos

A falta dela é como se queimássemos a língua

E perdêssemos o paladar

Ninguém usurpa da liberdade do existir


Pisamos todos sobre mosaicos de pedra

Uns acolchoados

Outros nos granitos em pelo

Tantos na batida terra e torrão

À baila do realejo que regula o pensar


Em algum canto mora o encanto da unidade

Mesmo que andemos em paralelo

Ainda que às cegas buscamos o porvir

2 visualizações

© 2020 by ONDAX

  • Facebook PSRosseto
  • Instagram PSRosseto