• Paulo Sérgio Rosseto

QUANDO EU ESTIVER DE VIAGEM

Quando eu estiver de viagem

Não fiques buscando-me nas estrelas

Nem permitas ser fantasma diuturno em teu jardim

- Não estarei tão longe que poderás esquecer-me

Nem tão próximo a ponto de assoprar tuas orelhas


Encontra-me nos arquivos do teu coração

Onde de certa maneira passei

Nalgum cantinho existi nas formas de emoção


E se por acaso a saudade arder mais que um segundo

Certamente irás sorrir certa de que de algum modo

Aprontei alguma boa arte em teu infindo mundo


E somente por esse disfarçado riso

Nos valerá a pena ainda estar guardado ali

0 visualização

© 2020 by ONDAX

  • Facebook PSRosseto
  • Instagram PSRosseto