• Paulo Sérgio Rosseto

nas horas da tarde

Eu busco nas horas da tarde

Porque se finda tão rápido o dia

E deixa em mim tanta melancolia

Enquanto ardo o olhar no lusco-fusco


Momentos quando a alma transcende

A linha já nem clara nem escura

Turva indecisa e atrevida mistura

De indecifráveis cores no horizonte


Seria esperança saudade ou ânsias

Ausências ou mera inconstância

Desse peito de amor ardente


Ou nada seria além do decadente

Estado do sol que esmorece cruel

Largando esse rasgo de lembranças?

0 visualização

© 2020 by ONDAX

  • Facebook PSRosseto
  • Instagram PSRosseto