© 2020 by ONDAX

  • Facebook PSRosseto
  • Instagram PSRosseto
  • Paulo Sérgio Rosseto

CANÇÃO DA GENEROSIDADE

Embriagai-vos de generosidade

Pois é chegada a hora de serdes abundantemente fraternos

Mas de uma fraternidade clara, translúcida

Impropria para os inconvenientes

Lá no sertão da alma

Quando arvorece a complacência

Doar aflora todas as definições de humanidade

E nos tornamos luminosos e iluminados

Preciosos e mais livres até no olhar

Doai do que vos farta

Fartai-vos dessa singela alegria

Afinal ainda é manhã e a hora propicia

3 visualizações